Blog


Crise Hídrica: um poço artesiano pode ser a solução para o seu condomínio?


https://www.organizemeucondominio.com.br/site/content/images/2021/12/poco-condominio.jpg

Se você tem acompanhado as últimas notícias, provavelmente já está buscando formas de se preparar - e preparar o seu condomínio - para a crise hídrica.

O Brasil está passando pela pior crise hídrica das últimas décadas e, com a falta de chuvas, muitos reservatórios de hidrelétricas já estão próximos de atingir o nível mínimo para gerar energia elétrica.

Este é um grande problema que, segundo especialistas, pode durar até o ano que vem, mesmo que aconteçam chuvas nos próximos meses.

Diante deste cenário, todos devem ficar em alerta e buscar por formas de economizar água e energia elétrica e se preparar para possíveis apagões de energia elétrica e racionamento de água.

Mas, e quando se trata de condomínios? O que é possível fazer para enfrentar a crise hídrica?

Além de incentivar que os moradores reduzam o consumo de água e energia, também é possível pensar em soluções como incluir gerador no condomínio - para lidar com apagões - e fazer um poço artesiano - para lidar com racionamento de água.

Sim, é possível ter um poço no condomínio e isso poderá ser extremamente útil na atual crise que estamos vivendo.

Quer saber como fazer um poço artesiano no seu condomínio? Se a resposta foi sim, continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é um poço artesiano e como ele funciona?


Antes de saber como ter essa solução no seu condomínio, é importante que tenha certeza sobre sobre o que estamos falando.

Um poço artesiano é uma excelente solução para quem busca por uma fonte alternativa para abastecimento de água.

Trata-se de um poço tubular feito no solo com o objetivo de extrair água. Essa água jorra naturalmente e, por esse motivo, ele também costuma ser chamado de poço jorrante.

A água do poço artesiano pode vir do lençol freático ou de um aquífero - que é uma unidade geológica que infiltra e armazena água -, tanto em camadas de solo rasas, rochosas e sedimentares profundas.

Tudo isso pode impactar na quantidade e na qualidade da água. Portanto, é fundamental saber como construir corretamente um poço artesiano.

Como construir um poço artesiano no seu condomínio
Agora que esclarecemos o que é um poço artesiano e como ele funciona, está na hora de você compreender como pode construir um em seu condomínio para aproveitar os seus benefícios durante a crise hídrica.

Para ter (perfurar) um poço artesiano, você precisará ter uma licença junto ao órgão gestor de recursos hídricos na região do condomínio.

No caso de São Paulo, por exemplo, o órgão responsável por fazer isso é o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica).

Além desta licença, você também precisará ter a concessão do direito de uso. Vale dizer que este documento tem prazo de validade e deve ser renovado quando necessário.

Veja a seguir um passo a passo para você ter um poço artesiano legalizado em seu condomínio:

  1. Contrate uma empresa especializada em perfuração de poço O primeiro passo para construir o seu poço artesiano de forma segura e legal é fazendo a contratação de uma empresa especializada em perfuração de poços.

É fundamental procurar por profissionais confiáveis, que realmente sejam capazes de fazer a perfuração e o estudo geológico da área.

Também é essencial que eles sigam as instruções das normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Faça pesquisas na internet e procure por empresas que ofereçam o serviço e que tenham boas avaliações de clientes.

  1. Solicite a licença e outorga para perfuração do poço Antes de iniciar a perfuração do poço no seu condomínio, é necessário solicitar a licença e a outorga (concessão) junto ao órgão que faz a gestão de recursos hídricos do seu estado.

O órgão responsável emitirá a concessão com o objetivo de estabelecer o tempo de uso do poço artesiano e também o volume de água que poderá ser captado por ele. Além disso, também determinará condições para o uso da fonte de água.

Você também precisará obter licenças de órgãos ambientais de âmbito federal, como a ANA (Agência Nacional de Águas).

Se você contar com o auxílio de um engenheiro ou geólogo, todo esse processo se torna muito mais simples, organizado e eficiente.

Tenha em mente que obter as licenças é fundamental para fazer o uso correto de um poço artesiano. Ao consegui-las, você poderá seguir com as atividades para perfuração do poço e construí-lo de forma regulamentada.

Quem reside em São Paulo, por exemplo, pode apresentar o formulário de solicitação de perfuração para o DAEE. Essa solicitação deve ser enviada junto com o estudo hidrogeológico da região onde acontecerá a construção.

  1. Aguarde o retorno da solicitação Ao enviar a solicitação, o pedido será analisado pelo órgão responsável. O Departamento de Águas e Energia Elétrica precisa emitir os documentos abaixo:

Um estudo com a viabilidade de implantação do poço;
Uma autorização prévia de captação.

É importante deixar claro que se a área que você deseja construir o poço tiver vegetação nativa, será necessário também apresentar a opinião de um técnico ambiental, já que ela precisará ser removida para a perfuração.

  1. Comece a perfuração do poço Quando você tiver todos os documentos necessários, está na hora de construir o poço artesiano do seu condomínio de forma segura e legal e aproveitar os seus benefícios principalmente durante a crise hídrica.

Lembre-se, contratar profissionais confiáveis é extremamente importante para que você tenha certeza de que o trabalho será feito da melhor maneira possível.

Últimas considerações
Um poço artesiano é uma ótima opção de fonte alternativa de abastecimento de água e pode ser construído em seu condomínio, principalmente devido a crise hídrica.

No entanto, é muito importante seguir todos os passos necessários para que o poço seja construído de forma segura e correta e você evite problemas com órgãos fiscalizadores.

Para finalizar, também é importante deixar claro que a licença para uso de um poço artesiano precisa ser renovada. Esse prazo é de cinco anos. Portanto, quando for necessário, você deverá solicitar a renovação ao órgão responsável.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e que agora esteja mais claro como um poço artesiano pode ser uma solução para o seu condomínio durante a crise hídrica!


Faça um teste!

Veja todas as funcionalidades em ação.

Startup acelerada por:

B2Mamy   Sebrae   Founder Institute   WeWork Labs