Blog


4 dicas para escolher sua empresa de portaria


O começo do ano é marcado pelo dissídio da categoria na portaria e isso abre uma janela de cotações em todo o mercado, agora, na hora de você escolher uma empresa de prestação de serviços, principalmente de serviços básicos como portaria e limpeza são necessários alguns cuidados, veja a seguir:

1 - Lembre-se que Portaria é um local que cuida da sua segurança

Por isso deve ser acompanhado por uma empresa que tenha expertise no tema, que tenha procedimentos estabelecidos e experiência no assunto, não que isso seja a garantia da segurança, mas ameniza e muito os efeitos e as causas da insegurança, então síndico(a) esteja atento(a) às empresas que tenham experiência em segurança pois a portaria é um local foco de ações de invasões, assaltos e roubos em condomínios e deve ser tratado com seriedade.

2 - Busque referências em especial sobre o recolhimento das guias de pagamento dos colaboradores e impostos

o momento de assinar o contrato com a empresa  não esqueça de pedir referência de outros condomínios, que sejam clientes da mesma,  peça as guias mais recentes de pagamentos e aproveite para conversar com outros(a) síndicos(a) para verificar se existe alguma reclamação neste sentido.

3- Busque as CND´s e verifique o CNPJ em serviços de avaliação e score

Além disso, a documentação da empresa é super importante, buscar as CND´s, verificar o CNPJ da empresa antes da contratação é mais do que necessário, afinal você estará assinando um contrato de longa duração, por isso antes de pensar em assinar o contrato confira toda a documentação. Empresas sólidas com CND´s corretas, guias de pagamentos corretas, CNPJ em dia, tudo isso é importante e mostra a idoneidade para com os colaboradores, clientes e o mercado em geral, esteja atento(a) à isso.

O tempo de existência da empresa conta bastante, pois quanto mais tempo de vida a empresa tem mais experiências ela possui, já enfrentou mais crises e consequentemente tem mais solidez. No Brasil a taxa de mortalidade das empresas é muito alta, então contratar empresas com mais tempo de mercado reduz seus riscos, pois se a empresa fechar, os compromissos com os colaboradores podem ser repassados ao condomínio.

4 - O preço, tenha certeza que você está comparando empresas que estão oferecendo o mesmo escopo de serviço

E por último, os preços, claro!
Veja que não existe mágica, pois: o sindicato dá uma base salarial que deve ser seguida, os encargos são iguais para todos, os impostos também, então o que diferencia o preço? As margens nesse mercado são baixíssimas, o que difere um contrato do outro são os equipamentos que são colocados no posto, a qualidade do uniforme, dos treinamentos, dos custos administrativos, do que é servido ao colaborador no posto, porém esses itens não são o que tem o maior peso no preço do contrato, ou pelo menos não deveriam ser, claro que estou falando de empresas sérias que pagam e declaram seus impostos corretamente e pagam ao colaborador conforme a convenção coletiva.

Normalmente é difícil achar contratos com diferenças muito grandes de preços, mas ao cotar caso apareça um orçamento muito mais barato, tenha muito cuidado.

Lembre-se dos cuidados acima e tenha certeza que a empresa está calculando corretamente as coisas. E como o síndico deve fazer isso? Peça planilha aberta dos orçamentos, assim você poderá conferir todos os impostos, encargos, provisões e previsões contidas no preço, busque empresas que tenham as provisões e previsões corretas e lembre-se que a corresponsabilidade é do condomínio então, previna-se!

Espero que tenha gostado do artigo, para maiores informações fale conosco: www.schimitd.com.br


Faça um teste!

Veja todas as funcionalidades em ação.

Startup acelerada por:

B2Mamy   Sebrae   Founder Institute   WeWork Labs