Blog


Como prevenir vazamentos na garagem


Manutenção preventiva na garagem: você faz?

O gestor condominial deve administrar todas as ações que são necessárias no condomínio, entre elas, implementar um planejamento e cronograma para as manutenções no decorrer do ano. Estas ações são necessárias para que não ocorram surpresas indesejadas, com a necessidade de rateio extra para solucionar algum eventual problema do condomínio.

Em condomínios prediais se fazem necessárias diversas manutenções ao longo do tempo e um bom planejamento de manutenção  deveria ser um dos focos de atenção do síndico, pois as manutenções preditivas e preventivas otimizam os recursos do condomínio.

Muitos síndicos esperam que problemas se tornem críticos para realizar uma intervenção no condomínio, assim negligenciando muitas vezes a manutenção preditiva, ou seja, ao invés de inspecionar e detectar possíveis falhas, faz com que sejam necessárias as manutenções corretivas que são mais onerosas e o pior, quando elas são realizadas, significa que a funcionalidade  já foi comprometida.

“As manutenções preditivas, fazem com que problemas sejam detectados antes que venham se agravar e interrompam o funcionamento de algum tipo de equipamento.”

A manutenção preditiva deve ser considerada pelos síndicos um investimento na infraestrutura do condomínio, afinal pode fazer com que seu planejamento não seja alterado e que não haja necessidade de antecipação de um investimento em uma obra ou alguma ação mais incisiva na edificação, sempre mantendo o controle no fluxo de caixa do condomínio.

Manutenção preventiva em garagem


1 - Como começar
É muito importante checar sempre o estado geral dos subsolos, para avaliar se não existem problemas de infiltração na garagem do condomínio.

2- Não lavar a garagem
A partir do segundo subsolo a estrutura não possui manta asfáltica, portanto não é saudável lavar a garagem com água. Neste caso, a água no local irá se infiltrar na laje e causar danos na estrutura.

3- Lavagem e limpeza a seco
Para realizar a limpeza a seco da garagem é necessário a utilização de equipamentos qualificados. De forma mais simples, pode ser usado um pano seco e vassoura, para que o piso não seja molhado em hipótese alguma, evitando assim a degradação do concreto causado pela umidade aplicada na laje sem manta.

4- Soluções pontuais
Solucionar problemas pontuais de forma rápida é um excelente método para prevenir danos maiores à estrutura e ao concreto que é poroso e facilmente infiltrável. Utilizar injeção química é a maneira mais eficiente de solucionar problemas pontuais de forma rápida e definitiva.

5- Manutenção do rejunte
Para realizar a manutenção do rejunte do piso superior à garagem, é necessário colocar espaçadores nos locais e passar o rejunte a mão nos pontos necessários, utilizando a mastic para que o rejunte não apresente falhas e de espaço para infiltrações.

6- Limpeza de drenos
Realizar a limpeza dos drenos localizados no solo ou nas paredes. Os drenos servem para controlar a vazão de saída de água. Logo, não realizar essa manutenção permite que a água fique retida no concreto favorecendo o surgimento de infiltrações.

7- Regar menos o jardim
Quando o jardim é regado mais de 2 vezes por semana, o fato de a raiz das plantas estarem infiltradas no solo e próximos ao teto da garagem, a água pode infiltrar na garagem através do jardim causando problemas.

8- Evitar plantio de árvores de grande porte
Árvores de grande porte tendem a possuir raízes grandes que crescem dentro do solo e podem rachar o concreto, desta forma invadindo a estrutura, plantar árvores grandes abre brechas para que a água entre no concreto.

9- Podar as unhas de gato
Unhas de gatos são aquelas plantas que ficam trepadas nos muros e alguns condomínios utilizam para estética do ambiente, se não podadas de maneira correta a raiz dessas plantas podem penetrar no muro e causar rachaduras, gerando desta maneira um caminho para que a água cause a infiltração.

10- Chamar uma empresa especializada
Busque uma empresa com uma equipe qualificada de engenheiros da construção civil para solucionar problemas relacionados a patologias e infiltração, todos com um foco direcionado a condomínios e soluções definitivas, utilizando a impermeabilização por injeção química, solucionando o problema de forma definitiva.

Existem diversos tipos de manutenções necessárias em condomínios prediais, todas elas possuem a mesma finalidade garantir a segurança e desempenho da edificação, as manutenções preditivas são essenciais e deveriam ser a prioridade do síndico.

“Um plano bem elaborado do síndico, dispensa a necessidade de manutenções corretivas e aumenta a otimização de recursos do condomínio, visando sempre a segurança dos condôminos.”

Vimos neste artigo que as preditivas são essenciais para os condomínios prediais, elas são investimentos a longo prazo, aferindo maior sustentabilidade para o condomínio, aumentando a eficiência da gestão e otimizando os recursos disponíveis.

As principais manutenções são superficiais e dedicadas aos espaços de uso comum, assim como o hall e garagens, indo desde a solução de diversas patologias, entre elas a mais comum as infiltrações, que são danos muitas vezes silenciosos mas ardilosos.

“As infiltrações danificam não só os componentes estruturais, mas podem afetar o patrimônio dos condôminos, como os carros nas garagens.”


Atualmente existem diversos tipos de soluções para este mal, sendo estas soluções classificadas em definitivas ou paliativas, o método mais indicado é a injeção química que trás diversos benefícios quando comparado a outros métodos.

Escrito por: Dan Soluções em Infiltrações, especialistas em infiltrações em condomínios


Faça um teste!

Veja todas as funcionalidades em ação.

Startup acelerada por:

B2Mamy   Sebrae   Founder Institute   WeWork Labs