Blog


Síndicos, comuniquem-se e mostrem seu valor


Isso parece ser um constatação meio óbvia, mas na realidade não é. Muitos condomínios continuam enviando grande parte de sua comunicação com os moradores usando cartas impressas. Existem algumas comunicações que realmente precisam ser impressas e entregues uma a uma, mas grande parte dos avisos posem ser distribuídos por e-mail com rapidez e eficiência.

A questão não é só o gasto em papel e tinta, existe o trabalho de imprimir, separar, dobrar e colocar e cada caixa de correio, quando pensamos em custos, algumas vezes caímos nesse erro de calcular apenas os insumos diretos (papel + tinta) e o restante? Uma vez o comunicado impresso isso precisa ser distribuído, muitos prédios possuem caixas de correio para cada unidade, outros a correspondência é entregue em baixo da porta … aí, meu amigo, aí a conta ficou cara, porque o seu funcionário desceu de elevador, andar por andar, e provavelmente ele alocou o faxineiro para segurar a porta, então seu custo ficou assim:

Papel + Tinta + Horas para imprimir e dobrar + Eletricidade para descer de elevador + $ hora do zelador + $ horas do outro funcionário

Aí vem a pergunta será que os moradores irão ler?
Hoje em dia, minha mãe de 71 anos acessa a Internet e utiliza alguns serviços online, posto isso digo com certeza que a mesma pessoa que lerá a carta impressa, também lerá sua comunicação por e-mail.


Faça um teste online!

Veja todas as funcionalidades em ação.