Blog


Quais as regras mais comuns para vaga de garagem em condomínio?


Um dos problemas mais corriqueiros para quem vive em apartamento acontece há anos e continua sendo alvo de muitas discussões: a organização de vaga de garagem em condomínio.

Carros em locais inadequados, mal estacionados e até mesmo invasões em espaços alheios fazem com que o tema costume entrar na pauta das reuniões internas. 

Como se trata de uma polêmica que chega a tirar bastante gente do sério, vamos mostrar, neste post, as regras mais habituais para ajudar no bem-estar dentro do seu condomínio. Portanto, continue lendo e evite desentendimentos no dia a dia!

Quais são as regras de vaga de garagem em condomínio?  

As regras de utilização do estacionamento devem estar inseridas no Regimento Interno ou Convenção Coletiva, com a aprovação da maioria dos moradores.   

Como o assunto é bem amplo, cada condomínio adota procedimentos diferenciados, mas todos se assemelham nos quesitos organização e foco no bem-estar coletivo. 

Assim, geralmente cada proprietário de apartamento tem direito a uma ou mais vagas, de acordo com o tamanho do espaço. Existem situações em que a venda da vaga pode ser negociada com o vizinho, desde que o processo tenha respaldo jurídico, mas é vedada a comercialização com não-moradores, como estabelece o Código Civil

Além disso, cada condomínio estabelece algumas regras específicas, como a permissão ou não de bicicletas, skates ou patins em algum local, como pendurados na parede, por exemplo. 

Os veículos também são identificados por meio de um adesivo ou cadastro online, iniciativa que visa tanto a organização quanto a segurança dos condôminos.  

No Regimento ainda estão descritas as situações capazes de gerar penalidades, como possíveis multas em caso de descumprimento das regras preestabelecidas.  

Que situações causam mais polêmicas?   

Na rotina de um condomínio, inúmeras situações podem gerar desconforto ou até mesmo discussões. Entre elas, estão o uso da vaga alheia, mesmo que seja por alguns minutinhos, a entrada de carros não permitidos e a escolha da localização, por exemplo.

Outro aspecto que gera polêmica é quando alguém para o carro de forma inadequada, prejudicando o fluxo dos demais motoristas, dificultando tanto a entrada quanto a saída. 

Podemos citar ainda carros maiores do que o espaço disponível, furtos ou danos causados por colisões dentro da garagem.  

Como a tecnologia pode ajudar a evitar conflitos?  

Atualmente, a tecnologia consiste em uma grande aliada para evitar conflitos relacionados à vaga de garagem em condomínios. Isso porque um cadastro online pode identificar todos os veículos, agilizando a comunicação com a portaria. 

Dessa maneira, quando um carro não autorizado chegar ao condomínio, o sistema já comunica que o motorista precisa parar em outro local, contribuindo com a organização interna do estacionamento.  

Além disso, o software informa os dados de cada proprietário das vagas, como número de automóveis autorizados, placas, entre outros. Mudanças também podem ser atualizadas para ajudar na organização, como a compra de um novo veículo, por exemplo. 

Assim, instalando um sistema informatizado, o seu prédio evita inúmeros problemas quando o assunto é vaga de garagem em condomínio, auxiliando na convivência saudável entre os moradores. 

E aí, aprendeu um pouco mais com o nosso post? Então conheça agora tudo sobre a portaria remota e como ela pode ajudar na redução de custos!


Faça um teste online!

Veja todas as funcionalidades em ação.

Startup acelerada por:

B2Mamy   Sebrae   Founder Institute